RSS

Arquivo da tag: Crianças

Encontro imaginário

A gente vai crescendo e sempre nos reportamos às crianças que fomos… É a natureza de cada um, sua essência. Um dia nos esbarramos com alguém e, de repente, nos deparamos com outra criança só que, dessa vez, nos sentimos compreendidos e brincamos com nossas afinidades. Já tentei mudar muita coisa em mim, mas não me desapego do que sempre fui. Agora, só quero achar essa outra criança.   

 
9 Comentários

Publicado por em junho 5, 2010 em Quartos

 

Tags:

Tempus fugit

duas crianças

Tive vontade de pedir autorização para tirar essa foto, mas fiquei com receio de não sair bem natural. Espero não ser processado.

Vejo duas crianças brincando de balanço – uma criança nova e outra velha. O mestre Quintana expressou bem o tempo que passa cada vez mais depressa:

“Quando se vê, já são 6 horas: há tempo… Quando se vê, já é 6ª feira… Quando se vê, passaram 60 anos!” (Mário Quintana, “Seiscentos e sessenta e seis”)

Eu gosto de fazer poemas sem pensar imediatamente, visualizo primeiro. Essas duas crianças viraram poesia e nem as agradeci (Acho que por isso volto ao local de vez em quando para tentar vê-las novamente).

Sim, os balanços foram feitos para as crianças balançarem os adultos. A lembrança da praça voltou. Havia uma praça que eu gostava muito de ir quando criança. Negociava com o tempo para que logo ele apresentasse “o dia da praça”. O dia que me fazia ser um pássaro, encontrar outras espécies e dividir as bicicletas… O dia que meu pai virava o meu herói preferido quando dizia – “Vamos para a praça hoje”. Eu podia balançar minha mãe, vê-la sorrir, olhar como formiga num mundo gigante, sentir o vento, me apresentar para as flores e borboletas, brincar de pega-pega com minha irmã… No fim da tarde, ao voltar pra casa, via aquela praça ficar distante, miúda até não vê-la mais. A praça não me obedecia, eu a mandava vir comigo, mas ela não vinha… Eu tinha consciência de que os momentos felizes iriam terminar quando entrássemos em casa.

As duas crianças da foto trouxeram a praça até mim.

 

Jhônatas Cabral 

 
3 Comentários

Publicado por em novembro 5, 2008 em Fotografias, Quartos

 

Tags: , , , , , ,