RSS

Arquivo mensal: abril 2014

Vídeo

War of my life – John Mayer

Possível Tradução:

Guerra Da Minha Vida

“Venham os anjos, venham os fantasmas
Venha a escuridão, traga todos que você conhece
Não estou correndo e não estou com medo
Eu estou esperando e bem preparado

Estou na guerra da minha vida, na porta da minha vida
Fora do tempo e não há para onde correr

Tenho um martelo e um coração de vidro
Eu tenho que saber agora quais paredes derrubar
Eu tenho um bolso, não tenho pílulas
Se o medo não me matou ainda, então, nada irá

Todo o sofrimento
E toda a dor
Nunca deixaram um nome

Estou na guerra da minha vida, na porta da minha vida
Fora do tempo e não há para onde correr
Estou na guerra da minha vida, no centro da minha vida
Não tenho escolha, senão lutar até que esteja feito

Sem mais sofrimento
Sem mais dor
Nunca mais

Estou na guerra da minha vida, na porta da minha vida
Fora do tempo e não há para onde correr
Estou na guerra da minha vida, no centro da minha vida
Não tenho escolha, senão lutar até que esteja feito

Então, lute
(Eu não vou desistir)
Lute com todos
(Eu não vou correr)
Lute, não tenho escolha, senão lutar até que esteja feito
(Eu não vou parar por ninguém)

Lute
(Eu não vou desistir)
Lute com todos
(Eu não vou correr)
Lute, não tenho escolha, senão lutar até que esteja feito
(Eu não vou parar por ninguém)

Então, lute, então, lute
(Eu não vou desistir, eu não vou correr)”

 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 12, 2014 em Quartos

 

Perder-se

Já dizia Clarice Lispector: “Perder-se também é caminho”. E acrescento:  Caminhos são escolhas… É sabido também que podemos nos perder sem querer ou nos distrairmos do caminho que estávamos seguindo. Talvez só a inércia não seja um caminho, mas não deixa de ser uma escolha! 

 
Deixe um comentário

Publicado por em abril 1, 2014 em Quartos