RSS

Desejo de saudade

10 nov

Entre o último beijo da noite e seus olhos,

há um desapego de mim, uma entrega.

 

saudades1

Eu quero ficar quando você diz:  Fica ,

o branco de seus olhos me atrai.

 

Teu rosto se encaixa em minhas mãos

e o nosso silêncio,

como descompasso de coração,

retarda a saudade por um momento.

 

Despeço-me de ti, porque quero ter saudade.

Mas uma saudade mansa daquelas que acendem a lua

e me faz desejar seu pomar mesmo quando sou pássaro selvagem, livre.

 

Essa saudade é dor boa de sentir!

Um encanto com a certeza de um novo encontro,

(sonho de solista vivendo um dueto)

onde a brisa suave da solidão de um poeta

se faz poesia de desejo de saudade,

querer-te.

 

Jhônatas Cabral

Anúncios
 
6 Comentários

Publicado por em novembro 10, 2008 em Poemas

 

Tags: , ,

6 Respostas para “Desejo de saudade

  1. Samantha

    novembro 10, 2008 at 14:35

    Não sei se vc gosta, mas eu gosto de te chamar de poeta. Estava com saudades de suas visitas, seus comentários e tudo mais…
    Vim devolver a sua visita e fiquei boqueaberta com o que acabei de ler, especialmente:
    “Essa saudade é dor boa de sentir!
    Um encanto com a certeza de um novo encontro,
    (sonho de solista vivendo um dueto)
    onde a brisa suave da solidão de um poeta
    se faz poesia de desejo de saudade,
    querer-te.”

    Essa é a minha dor… a dor boa de sentir… a dor que dói sem doer
    beijão

     
  2. soflor

    novembro 10, 2008 at 14:35

    Mais um poema muito bonito…e a saudade quando criada é sempre saborosa na hora do reencontro…asim vale a pena criar saudades :))

    Beijinhos

     
  3. Mell

    novembro 11, 2008 at 14:35

    Jhonatas, que liiindo! Legal estar cercada de poetas por todos os lados. Sou uma privilegiada. Venho agradecer sua visita e seus comentários também poéticamente lindos lá no meu blog.

    Gostei especialmente:

    Um encanto com a certeza de um novo encontro,

    (sonho de solista vivendo um dueto)

    The best! Bjão, obrigada pelo link. Vou adicionar vc tb, tá?

     
  4. Neo

    novembro 12, 2008 at 14:35

    “Silêncio como descompasso de coração…”?

    Show hein…rs
    Quando crescer vou escrever assim…. rss

    Abração pra vc brother

    Neo

     
  5. Daisy

    novembro 12, 2008 at 14:35

    Então temos cá um poeta… isso é MUITO bom.
    Achei sensível, delicado e um tanto sensual.
    “…Mas uma saudade mansa daquelas que acendem a lua

    e me faz desejar seu pomar mesmo quando sou pássaro selvagem, livre.”

    Volto com calma para ouvir mais poesia.

    Beijo (s)

     
  6. Claudia da Rosa

    dezembro 27, 2009 at 14:35

    “Eu quero ficar quando você diz: – Fica –,

    o branco de seus olhos me atrai.”

    Sem dúvida, a melhor parte

    *____*

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: