RSS

Dia de limpeza

04 nov

corvo-in-un-campo-di-bale-di-fieno

 

Dia de limpeza de quarto, ferrugem de corda de violão, alma.

Dia que arrumo meus livros, CDs, DVDs, mente.

Dia que se faz dia com a poeira entre as narinas e a purificação do espirro.

Dia de receber as visitas das lembranças boas e ruins.

Dizem que nossos quartos são fortalezas, mas toda fortaleza tem um ponto vulnerável o qual revela como invadir.

Diabruras nos fazem rir, doar carinho, olhar planetas disfarçados de estrelas.

Dispersar é uma dádiva divina para a magia do encontro.

Diante do encaixe dos objetos separados, a esperança flerta com nossos corações – As veias se dilatam.

“Dia-maré”, que vai e vem. Em um momento nos encontramos na faixa da privação, em outro nos é permitido a ultrapassagem da vastidão dos sentimentos.

Dia de limpeza e já viramos a noite, ainda falta limpar as palavras.

 

Jhônatas Cabral

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em novembro 4, 2008 em Poemas, Quartos

 

Tags: , , ,

3 Respostas para “Dia de limpeza

  1. Samantha

    novembro 4, 2008 at 14:35

    Sabe poeta,
    acho que na verdade a limpeza que conseguimos fazer é só física. Nossa alma, nosso coração, nossos sentimentos, nossa memória… não conseguimos limpar. Pelo menos comigo é assim, por mais que eu tente esquecer, tente limpar, não consigo, não dá.
    Tem coisas nessa visa que a gente NUNCA ESQUECE.
    beijão

    Ps.: Lindas palavras como sempre!!

     
  2. jhonatascabral

    novembro 4, 2008 at 14:35

    Apreciando Samantha…

    Meu sentido de Faxina da alma é exatamente esse: Não esquecer!

    É tirar a poeira que colocamos por baixo do tapete, sofrermos, espirrarmos…

    Limpamos por dentro também, pois percebemos que amar é amar – Não depende da reciprocidade.

    Culpamos menos já que deixamos as pessoas livres. Elas não são tão diferentes de nós, elas se enganam.

    Cada um tem seu céu. E um dia os céus semelhantes se encontram, o encaixe da esperança.

    Bjs linda, continue regando meu jardim!

     
  3. Ev

    novembro 5, 2008 at 14:35

    Quer organizar sua vida? que tal começar pelo seu quarto!
    cresci ouvindo que meu qurto era meu mundo e é mesmo, é nele onde estão meus objetos mais preciosos, meus segredos, as lembrançs qurdadas na minha caixa, numa gaveta… onde tudo é meu e dou liberdade pra entrar quem eu quiser e compartilhar desses objets preciosos com quem eu quiser…
    e é assim meus sentimentos, meus pensamentos, mas às vezes a bagunça apareceé é hora de arrumar, um perdão aqui, uma vassourada ali, mas como você disse não é tão simples leva tempo, quando vamos ver o dia passou e ainda há muito por organizar. e os espirros… são incomodos , é verdade, como é difícil reconhecer que precisamos mudar, perdoar, reconhecer os erros, mas eles são purificadores não são!

    Gosto muito das suas “viagens” que são totalmente sensatas e que realmente se encaixam!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: