RSS

Gostaria muito de dormir mais cedo…

30 jul

Ao findar o dia, no lapso da reflexão, na despedida dos olhos abertos, restam-me as palavras, as quais tornam-se minhas súditas, meus palhaços de corte. Sendo rei de meus pensamentos, abuso do poder facilmente até. Quero que toquem harpa e durmam após o sono da realeza. No entanto, o sono demora a despertar e lá estão elas, mutáveis a meu humor. Sonho pedindo-lhes a trocarem de posição comigo para também poderem dormir; pedido de rei é ordem. Mas sempre existem aquelas certas palavras rebeldes que nos mostram o espelho diante de nossas faces. É quando posso baixar o olhar prepotente de rei e assim dormimos juntos, sem hierarquia.  Na manhã seguinte cada um segue a vida da personagem que, porventura, aparenta-se ser. Então chega a noite, rotineiramente, onde o espelho é a luz da realidade, o camarim dos atores antes da representação.

Boa noite, palavras!

 

Jhônatas Cabral (Agosto – 2008)

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 30, 2008 em Quartos

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: