RSS

Ensaios

22 jul

trecho de Sobre sementes e Crianças:

O sublime da dor,

a redenção de um chamar de mãos.

 

Sim, quando digo sim a este encontro

e minha mão se une à sua

eu sou simples, viro claridade,

E tudo começa a se mostrar novamente.

 

Para quê fugir de minha transparência?

Para quê me culpar tanto diante da verdade

Que minha mente e corpo expressam?

 

E já me torno um pássaro selvagem dependente de seu pomar,

de regras quebradas, de suas sementes.

 

Jhônatas Cabral

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 22, 2008 em Poemas

 

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: