RSS

Arquivo mensal: junho 2008

O dIa Da DeScObErTa

 

Há questões apresentadas a nós pelas quais teoria alguma dará sentido.Teses e doutorados ficarão dependentes da fé de cada um. O acreditar será o mais importante núcleo dos problemas e a chave das portas da liberdade.

Junto a essa fé teremos a escolha de sermos escravos, e digo escolha e escravo, pois o que era sacrifício transforma-se em privilégio e encontramos a real liberdade.

Haverá um dia em que nossos sonhos virão como um belo e raro passarinho. Poucos poderão contemplá-lo, pouquíssimos irão tocá-lo e quase ninguém ouvirá seu canto.

O dia da descoberta é todos os dias.

O dia dos artigos terem vida, o dia de não tentar mudar as pessoas e sim mudar-se para que essas pessoas se sintam atraídas pela sua mudança.

Mas há de ter o dia de viver os meus próprios sonhos, adormecidos, submissos apenas aos sonhos de Cristo, despertados.

Já concordo com C. S. Lewis: “Você não vai descobrir o guerreiro, o poeta, o filósofo ou o cristão se ficar olhando para ele como se fosse seu amante; é melhor lutar a seu lado, ler com ele, discutir e orar com ele”.

 

Jhônatas Cabral

 
1 comentário

Publicado por em junho 25, 2008 em Quartos

 

Tags: , , ,

Mesmo quando o pouco é muito!

Ontem foi e poderia ser.
Hoje poderia ser, apenas é.
Amanhã será. Será?

Gosto de brincar com os trocadilhos de meus pensamentos, principalmente tratando-se de sonhos. É fantástico quando podemos escrever e falar aquilo que acreditamos e, sobretudo, vivenciamos. O paralelo torna-se encontro.

Além de ser feliz, estou feliz. Voltei a sonhar, voltei a encontrar a força, a coragem. Tenho a leve impressão que o doador de sonhos sempre me falava apenas não o convidava a fazer morada, a brincar de trocadilho comigo.

Muitos guerreiros se alegram pelas privações e os gigantes da próxima batalha; não sei se sou um deles, mas sei que estou alegre. Aliás, eu só quero expressar isso como um reflexo de espelho e sorrir para mim.

Jhônatas Cabral

 
Deixe um comentário

Publicado por em junho 17, 2008 em Quartos

 

Tags: , ,

Motivos…

        

                                         Abraço

 forte

que

 chega a doer.

Suave

sentimento que chega e não vai.

  Fica, acalma, permanece surpreso.

 

 
1 comentário

Publicado por em junho 14, 2008 em Poemas

 

Sexta-feira 13, que bênção!

 

Incrível como, ao tornarmos nossos medos vulneráveis, a nossa alma evoca nossos atos de coragem. O guerreiro é voluntário, sua vida se torna viva. Se dispor a sair de nossas zonas de conforto é o começo da bênção, o fim do inferno – aquele que existe quando deixamos de perseguir os nossos sonhos. Um conselho do doador de sonhos para mim e para você:

PERSIGUA SEUS SONHOS!

 
Deixe um comentário

Publicado por em junho 14, 2008 em Quartos

 

Tags: , , ,