RSS

Árvores… Um ótimo pseudônimo!

24 jan

“Não quero ser um deus ou um herói, apenas tornar-me uma árvore, crescer um longo tempo, e não ferir ninguém”.(Czeslaw Milosz)

Sem desmerecer o pensamento autobiográfico deste admirável poeta, antes arrendando ao meu, fico a pensar que uma árvore pode indiretamente ferir pessoas. Talvez essa seja uma justificativa irônica, pois só assim consigo entender o desmatamento, o arrancar de árvores que não querem ferir ninguém. Árvores mal interpretadas que são vistas como deuses em exibição, heróis com segundas intenções, hereges com uma visão errônea, revolucionários sem mérito, sensíveis demais, e outros “bla, bla, bla”.

Árvores que incomodam, afinal em um meio urbano, árvore que cresce atrapalha, prejudica o bem social, então por um bem maior,  e como “os fins justificam os meios”, o sacrifício de ferir uma árvore é mais que válido, é fundamental.

Pura demagogia. Quanta democracia disfarçada! É coerente que toda democracia necessite de um controle, mas um controle harmonioso e não cortante.

Em nome desse controle a ordem não pode ser questionada, não se vive o que muito se prega, o “ganhar o teu irmão” escrito nas escrituras sagradas em Mateus 18.15 é sufocado, pois não se precisa mais de diálogos, conciliações, já se tem a ordem e ela é condição sinequanon, ou seja, árvores que devem ser cortadas. Estão crescendo demais… O que isso acarretará?

Em meio aos meus pensamentos imperfeitos, imagino que essas árvores não têm nem a escolha do suicídio (e Aleluia por isso), pois sua natureza é enraizada, mesmo que sua raiz fique bamba e morra, não acredito que ela morra totalmente. Se ainda existir um “cheiro” de água ela ainda estará lá. Mesmo cortada, algum vestígio de sua raiz dará vida, talvez a outra árvore.

E assim, sem poder se defender, sem querer ferir ninguém, ela continua sua jornada, ela cresce. Até o dia que plenamente alcance o céu, ou simplesmente o coração das almas cortantes.

 

Jhônatas Cabral 

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em janeiro 24, 2008 em Espiritualidade

 

Tags: , , ,

Uma resposta para “Árvores… Um ótimo pseudônimo!

  1. EV

    janeiro 28, 2008 at 14:35

    Gostei muito da metáfora! sempre haverá um ramo da raíz e o cheiro das águas a manterá viva…ainda que os homens insistam em cortá-la para o “bem” .. ela novamente surgirá.. não consegue ver seus parentes morrendo e resistir a isso aceitando sua morte.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: