RSS

Deu vontade de escrever…

13 jan

maos1948.jpg

 

Escrevo sempre
o desejo
do que vejo
por entre o meio do desprezo
e da dor.
Afim de que se torne maravilhoso
aquele desejo
do que vejo
por entre o meio
do afeto e do amor.
Ainda resta tanta coisa a escrever, sobretudo a amar.
Se precisar uso as palavras, se precisar brinco de seriedade.
Se precisar faço rima, se precisar não sou preciso.
Mas já preciso, todavia, da voz alada dos sonhos de menino.
E preciso das mãos para viver a escrita.
Dar vida às letras, o sentido do escrito.
Jhônatas Cabral
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 13, 2008 em Poemas

 

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: