RSS

03 jan

percusso-da-vida.jpg

Clube da Esquina II

(Milton Nascimento/Lô Borges/M.Borges)

Por que se chamava moço
Também se chamava estrada
Viagem de ventania
Nem lembra se olhou pra trás
Ao primeiro passo, aço, aço….

Por que se chamava homem
Também se chamava sonhos
E sonhos não envelhecem
Em meio a tantos gases
lacrimogênios
Ficam calmos, calmos

E lá se vai mais um dia

E basta contar compasso
e basta contar consigo
Que a chama não tem pavio
De tudo se faz canção
E o coração
Na curva de um rio, rio…

E o Rio de asfalto e gente
Entorna pelas ladeiras
Entope o meio fio
Esquina mais de um milhão
Quero ver então a gente,
gente, gente…

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em janeiro 3, 2008 em Sobre música e sentimento

 

2 Respostas para “

  1. Adelmar Lincoln

    janeiro 7, 2008 at 14:35

    Essa canção tem sido uma de nossas trilhas sonoras, pelos sonhos que serão alcançados, que nunca serão velhos.
    valeu maninho pelo sentimento, abração.

     
  2. Cibele

    janeiro 8, 2008 at 14:35

    Olha quem “vejo” por aqui, rendido à blogosfera!
    Que nossos sonhos não envelheçam ou que não envelheçamos sem tê-los vivenciados!
    abç

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: